GCM conduz 9 pessoas para a delegacia por festa em meio a pandemia e agressão aos guardas civis vejam vídeo.

Segunda feira dia 22/06 por lenil de Oliveira

Na madrugada desta segunda-feira, 22, quatro equipes da GCM e uma equipe da Fiscalização de Posturas foram acionadas via Central 153 para atender uma situação de aglomeração, desrespeitando o decreto municipal de isolamento social, além de perturbação de sossego, em uma chácara localizada no final da Av. Atlântica.

No local, havia cerca de 50 pessoas. Uma mulher se identificou como responsável pelo evento, mas negou-se a apresentar sua documentação pessoal aos fiscais de posturas. O supervisor da GCM então insistiu para que a mesma cumprisse com as ordens para evitar problemas, solicitando ainda para que as demais pessoas presentes se retirassem imediatamente, porém sem sucesso.

A responsável pelo evento, assim como os demais participantes, demonstraram agressividade e desobediência, comprovando total falta de respeito e consciência social em relação ao momento atual e as complicações da pandemia do COVID-19. Sendo assim, todas as equipes da GCM foram acionadas para solucionar o problema e dispersar os envolvidos.

Neste momento, a mulher agrediu verbalmente uma das guardas civis, levando voz de prisão. A mulher ainda se jogou ao solo e ofereceu resistência, agredindo fisicamente outros guardas que tentavam contê-la. Outro participante da festa, um homem que também estava ameaçando os guardas verbalmente, partiu para agressão física no momento da prisão, dando socos em um dos guardas.

além de demais agressões que resultaram em uma fratura na mão do agente da GCM.

Os guardas ainda fizeram um disparo de arma de choque (DEC) para imobilizar o agressor, porém sem sucesso, sendo necessário uso de força física pra conseguir imobilizá-lo. Mesmo com toda a resistência dos envolvidos às ordens legais, as equipes conseguiram solucionar o problema.

entre homens e mulheres, foram presos e conduzidos para a delegacia, e um menor de idade foi apreendido

Um dos envolvidos, pai do menor, danificou uma das viaturas, causando estragos no capô do veículo, além de tentar agredir fisicamente uma das guardas e ameaçar matar o guarda que o algemou. Um outro conduzido também lesionou a mão de outro guarda civil ao resistir à prisão.

Após os presos e o menor serem conduzidos para delegacia, outros envolvidos foram para a porta da 8ª DRP, fazendo tumulto, algazarra. Uma mulher, que estava na festa, e um homem, que estavam no grupo, fizeram agressões verbais contra a GCM, sendo necessário contê-los também. Mesmo na delegacia, os envolvidos continuavam as agressões e desacatos. Todos os envolvidos ficaram a disposição da autoridade policial de plantão para devidos procedimentos.

Fonte e imagem notícia atual .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.