MULHER É PRESA SUSPEITA DE MATAR UMA RIVAL POR PASSAR INFORMAÇÕES PARA FACÇÃO CRIMINOSA EM GOIÂNIA.

Atualizado sábado dia 04/03 por lenil de Oliveira.

O corpo da vítima, Kamilla Alves Bezerra, de 28 anos, foi encontrado em um matagal com sinais de espancamento e enrolado em um plástico transparente.

O corpo de Kamilla foi encontrado no dia 27 de fevereiro, no Setor Solar Santa Rita. A polícia acredita que o casal Gean Clóvis dos Santos, de 33 anos, e Sileia Melgaço de Oliveira Peixoto, 36, foi responsável pelo crime.

“A Kamilla era usuária de drogas e estava passando informações sobre o Gean, que fazia parte de uma facção, para a facção rival, de quem ela comprava drogas. O Gean e a mulher dele chegaram a ir à casa da vítima uma vez para pegá-la, mas o namorado dela conseguiu impedir. Então, eles já estavam com raiva dela, por isso essa agressividade na morte”, disse o delegado Ernane Cázer.

O G1 não conseguiu identificar a defesa de Sileia até a última atualização dessa reportagem.

Gean tinha passagens por tráfico de drogas e foi morto em confronto com a Polícia Militar após reagir a uma abordagem. Já Sileia cumpriu pena por receptação de veículo roubado. Ela foi presa na última segunda-feira (30). Agora, ela responderá pelo crime de homicídio.

Ao ser interrogada, Sileia disse que não teve qualquer envolvimento com o assassinato de Kamilla. “Ela disse que quem era o errado na relação era o Gean, mas temos um vídeo que mostra ela e o Gean batendo em ´bebês do tráfico´, que são meninos que estão entrando na facção. Isso mostra toda a violência dos dois”, completou o delegado.

Fonte: G1 Informações em tempo real notícias atual

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.