MULHER QUE MATOU FILHO DE 6 ANOS É INTERNADA EM HOSPITAL PSIQUIÁTRICO EM RIO VERDE-GO

Atualização 20/11/2019 as 11: 51 com informaçõe em tempo real notícia do povo

A mulher suspeita de matar o filho de 6 anos foi internada em um hospital psiquiátrico na noite desta terça-feira (19/11), em Rio Verde, na região Sudoeste de Goiás.
A internação já havia sido constatada após laudo de uma avaliação feita na segunda-feira (18/11), e desde então aguardava transferência para o leito psiquiátrico.
Agora, a mulher aguarda ser transferida para o Pronto Socorro Psiquiátrico Wassily Chuc, em Goiânia, que deve aconteceu ainda a tarde desta quarta-feira (20/11).
A mulher, de 29 anos, confessou ter matado o filho de 6 anos e, após a prisão na última quinta-feira (14/11), arrancou o próprio olho dentro.
Após o episódio, ela foi encaminhada para a Fundação Banco de Olhos, em Goiânia, onde passou por cirurgia. Depois do procedimento, ela retornou para a cidade de Rio Verde.

Como aconteceu o crime da mulher que matou filho de 6 anos é foi internada em hospital psiquiátrico, em Rio Verde

Uma mulher foi presa suspeita de matar o filho de 6 anos enforcado na quinta-feira (14/11), na casa onde moravam, em Santa Helena de Goiás, na região sudoeste do estado, a cerca de 208 quilômetros de Goiânia.

O crime aconteceu no quintal da casa onde morava a mãe e o filho, que, segundo a Polícia Civil, foi agredido e enforcado. A mulher foi presa ainda no local, no momento que estava ateando fogo na roupa da criança, que estava despida. O crime teria sido motivado pois o filho se recusou a limpar a casa.
Além das marcas no pescoço, o menino de 6 anos, supostamente morto pela mãe, também apresentava vários hematomas pelo corpo, inclusive no rosto. A Polícia Militar teria sido acionada pela própria mãe, que foi presa em flagrante.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser aciona e esteve no local, mas o menino já estava morto, conforme constatado pelos socorristas.
Em 2017, essa mesma mulher teria acionado a polícia alegando que teria deitado sem querer em cima do filho recém-nascido. O caso foi reaberto para investigação.

Fonte: Dia Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.