Possível Paciente Com Coronavírus é Investigado pelo Ministério da Saúde Em São Paulo, Aguardando Contraprova.

Após retorno de uma viagem para Itália de um homem de 61 anos, que aconteceu entre os dias 9 e 21 de fevereiro, foi atestado como positivo para Coronavírus pelo Hospital Albert Einstein.
Agora o Ministério da Saúde aguarda uma confirmação de um segundo exame feito pelo Instituto Adolfo Lutz.

A investigação está sendo conduzida pelo Ministério da Saúde e as secretarias estaduais e municipais de São Paulo.
De acordo com o Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, que registrou o possível caso de positivo para Coronavírus, o paciente é brasileiro, tem 61 anos de idade, e apresentou tosse, e outros sinais brandos da doença.

O paciente está sendo mantido em isolamento domiciliar, sem a necessidade de internação hospitalar. O estado clínico do paciente é bom, mas permanece com isolamento respiratório para impedir o contágio por via respiratório.
O Ministério da Saúde deve fazer um pronunciamento oficial ainda nesta quarta-feira, e afirma que vai mapear os tripulantes e passageiros do voo em que o paciente viajou.

“É claro que preocupa, São Paulo é a maior cidade do país. É uma confirmação feita por um hospital privado, agora será feita a contraprova pelo Instituto Adolfo Lutz. O resultado sai amanhã pela manhã. O paciente está clinicamente bem. A recomendação é isolamento domiciliar. Agora vamos fazer o mapeamento com quem ele teve contato”, disse o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

O Ministério da Saúde assegurou que o hospital adotou todas as medidas preventivas para conter a transmissão do vírus. Foi coletado amostras e realizados testes para vírus respiratórios comuns, além do exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Após os resultados o hospital enviou amostras para uma contraprova para o laboratório Instituto Adolfo Luts que é referência nacional.

O Ministério da Saúde recomenda cautela em quaisquer informações sobre o caso, e recomenda os mesmos cuidados que é tido no caso da gripe H1N1.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.